lunedì

:: O Vento...


O vento ruge.

urgente é a necessidade do apego,

do apelo, do destroçar o tempo,

do cobiçar o caminho urgente

do vento que ruge.



urgente é negociar a vida,

procurar saídas, esquecer partidas.

urgente é viver sem medo.

urgente é viver com tempo.

urgente é viver.




há gente que vive urgente

sem o apego à vida,

sem o apego ao tempo,

sem dar tempo à vida.

há gente que só vive.
há gente que só vive só,

que só sonha só,



que vive sonhando sós

em sentir que o vento urgente

traz o tempo para ser vivido.
eu vivo o momento agora

que me dá prazer de correr

com o vento.



eu vivo o tempo presente

que me traz a paz.

eu não vivo só.
Marco Dias

sabato

:: Se eu fosse...


Clara Luz
Se eu fosse um anjo,

brincaríamos nas nuvens

e eu as transformaria

em algodão doce,

ou em flocos de espuma

para você sorrir de alegria,

admirar "meu dom" para,

enfim, você gostar só de mim.




Se eu fosse um anjo,

tomaríamos gelado

de morangos celestiais

nas taças de ouro das fadas

com biscoitinhos

de paz e creme de "quero mais"!




Com as estrelas,

brilharíamos nas flores,

nas cores, nos mares,

em todos os lugares...

Dançaríamos ao vento,

ouviríamos as histórias

da chuva, teceríamos

as franjas do tempo

e cantaríamos a

"CANÇÃO DA HARMONIA UNIVERSAL".




Se eu fosse um anjo,

seqüestraria você para o Céu!

Viríamos à Terra apenas

a passeio ou em missão.
Se eu fosse um anjo,


faria você também um anjo

e flutuaríamos no éter, no ar...

Nos vestiríamos de poesia,

faríamos amor ao luar!...
Nem sei se você ainda pensa em mim...




Mas se eu fosse um anjo,

Tudo seria diferente:

faria de você também um anjo

e você me amaria eternamente!

:: Riba ...

http://www.riba.dalbiez.com/

http://www.riba.dalbiez.com/htm/movie2.htm

:: Riba...

venerdì

:: Soneto do amor Total...

Pintura de Claude Théberge...


Soneto do amor total


Amo-te tanto meu amor...


não cante


O humano coração com mais verdade...


Amo-te como amigo e como amante


Numa sempre diversa realidade.


Amo-te enfim,


de um calmo amor prestante


E te amo além,


presente na saudade.


Amo-te,enfim, com grande liberdade


Dentro da eternidade e a cada instante.


Amo-te como um bicho, simplesmente


De um amor sem mistério e sem virtude


Com um desejo maciço e permanente


.E de te amar assim, muito e amiúde


É que um dia em teu corpo de repente


Hei de morrer de amar mais do que pude.


Vinicius de Morais

:: Eu sei que vou-te amar... Caetano Veloso

:: Eu sei que...

Pintura Saturno Buttò...
A maior solidão é a do ser que não ama.
A maior solidão
é a dor do ser que se ausenta,
que se defende, que se fecha,
que se recusa a participar da vida humana.
A maior solidão
é a do homem encerrado em si mesmo,
no absoluto de si mesmo,
o que não dá a quem pede o que ele
pode dar de amor, de amizade, de socorro.
O maior solitário é o que tem medo de amar,
o que tem medo de ferir e ferir-se,
o ser casto da mulher, do amigo,
do povo, do mundo.
Esse queima como uma lâmpada triste,
cujo reflexo entristece também tudo em torno.
Ele é a angústia do mundo que o reflete.
Ele é o que se recusa às verdadeiras
fontes de emoção,
as que são o patrimônio de todos, e,
encerrado em seu duro privilégio,
semeia pedras do alto de sua fria e
desolada torre.
Vinicius de Moraes



Eu sei e você sabe
Já que a vida quis assim
Que nada nesse mundo levará você de mim
Eu sei e você sabe
Que a distância não existe
Que todo grande amor
Só é bem grande se for triste
Por isso meu amor
Não tenha medo de sofrer
Que todos os caminhos
Me encaminham a você.
Assim como o Oceano,
só é belo com o luar
Assim como a Canção,
só tem razão se se cantar
Assim como uma nuvem,
só acontece se chover
Assim como o poeta,
só é bem grande se sofrer
Assim como viver sem
ter amor, não é viver
Não você sem mim
E eu não existo sem você
!
Vinicius de Moraes

giovedì

:: Lada Konstantinova...

http://www.lartdoll.net/engl/gallery_en.html

:: Vladmir Kush...

http://www.vladmirkush.com/showcase.php?category_id=3

:: Era...

:: Anjos da Memória...






Anjos da memória




Os anjos alados


da memória


com as suas asas


de pérgul


ae medronho


a voarem noite dentro,


pelo sonho


Serás de branco


despojada de tudo


à cabeceira


por detrás do meu ombro


anjo mudo


Serás de branco


despojada de tudo,


asas de ti


à minha beira


O pássaro cintilante


da tua nudez


(uma matriz calada)


Da tua nudez


Com os teus seios


de anjos


ob as asas


A tomares conta


da memória


És um passaro – digo


És um pássaro


com penas


cintilantes


dos teus olhos


As tuas asas


de pétalas


tecidas com a luz


das penas


das asas que te crescem


Poisar um pouco


nos parapeitos


da memória


antes de recomeçar


o voo


de regresso a casa


Com as nossas asas


lúcidas:translúcidas e pálidas


Deixa-me voar


por cima do teu


coloaté ir poisar


na tua alma


É a memória,


dos teus dedos pisados


nas asas dos meus ombros


EntrelaçadosEnlaçados


Como entranças


os sonhos


As tuas asas de prata


que atravessam a voa


ro território


brandodas minhas lágrimas


Este


é o inconsciente


dos teus olhos


de águas postas


– de águas sobrepostas


– rente


à meiga –


à mansíssimaracha


do teu ventre


Em voo raso


perto da sua boca:


A ouvir a memória...


Há um ruido de


asas


que te é próximo


um odor a flor,a framboeza


um sabor a leit


ee a morango


numa uterina luz de penumbra acesa


Um pouco acima


dos teus olhos,


como um pássaro


a voar por dentro,bem por dentro


do interior dos lábios...


do corpo


A parte que é


anjo


do teu corpo


e me procura a meio


da madrugada


Sobrevoando o lago


que é suposto


ser no meu sono


aquilo que calava


A parte que é


anjo


do teu corpo


e me visitaa meio da madrugada


descansando as asas


dos teus ombros,a meu lado:


em cima da almofada


Voava,com a memóriadas asas


no sentido inverso


do silêncio


e do sono


Oiço atrás de mim,o breve respirar


das tuas asas–


quase imperceptivel


–Um ligeiro arfar


Como a brisa a passar


por entre as casas


Maria Teresa Horta

mercoledì

:: A queda de um Anjo...


Testemunhos da verdade

tanto vão de mão em mão

que se perdem com a idade

Porque ninguem nasce ensinado

E o que aprendi ja esta errado

não acredito no meu passado

A queda de um anjo

em cima de um Homem

que ao ganhar a idade

perde a razão

e ontem liam evangelhos

hoje e lei a constituicão

mas que ninguem me de conselhos

Nunca gostei que a maioria

organizasse o meu dia a dia

nao acredito em democracia

A queda de um anjo

em cima de um Homem

que ao ganhar a idade

perde a razão

A todos os anjos

de todos os sexos

agarrem as asas ao cair no chão

A todos os anjos

de todos os sexos

A todos os Homens

agarrem as asas

ao cair no chão

Testemunhos da verdade

tanto vao de mão em mão

que se perdem com a idade

Porque ninguem nasce ensinado

E o que aprendi ja esta errado

não acredito no meu passado
Letra da Musica dos Delfins a Queda de um Anjo

:: Anjos...


Queria te dar asas
Assim você voaria meus sonhos
Queria ser teu anjo
E te levar de volta ao Paraíso
De onde você saiu.

Quando um anjo desce a Terra, deixa outros solitários...
Anjos também choram, anjos também amam .
Mas com a tua chegada na Terra,
Flores abrem-se sem ter chegado a primavera,
Aves cantam sem ter chegado o amanhecer,
Céu ilumina-se sem ter chegado o Sol,
A Lua brilha sem ter chegado a noite.




Bebês aquietam-se sem terem chegado as mães
A fome passa sem ter chegado a comida
A dor acalma sem ter chegado o remédio
O tempo pára só para te ver passar.
Teu coração me alegra, mesmo na tristeza
Teus olhos me iluminam, mesmo na escuridão
Tua presença completa minha falta
Tua falta acaba com minha existência
Teu carinho, acalma minha dor
Teu sorriso eleva meu humor
Teus braços cuidam do meu ardor
Teus gestos fazem nascer o amor.

Tua ausência machuca minha falta

Como diz a música
"Vejo o céu azul, as nuvens brancas, o brilhante dia abençoado,
A noite escura sagrada, e penso comigo mesmo...
Que mundo maravilhoso."

Veja o mundo com meus olhos
E verá que mesmo a tristeza pode ser feliz
Mesmo a solidão pode ser companheira.

Ninguém chega ao céu sem um anjo para guiar-lhe. Às vezes nossos Anjos não são loiros, de olhos azuis, nem sequer têm asas.
E estão mais perto do que nossos pensamentos imaginam...

Mas quem será o seu anjo ??

Não vá atrás da felicidade...ela vem até ti...

Fique em paz. Tenha certeza que teu anjo te observa...

Na hora certa teu anjo vem , voa contigo...e te faz feliz.

Douglas Baldan

:: Sting - My one and only Love...

martedì

:: Quem...




Canção tão simples


Quem poderá domar


os cavalos do vento


quem poderá domar este tropel


do pensamento


à flor da pele ?




Quem poderá calar


a voz do sino triste


que diz por dentro


do que não se diz


a fúria em riste


do meu país?






Quem poderá proibir


estas letras de chuva


que gota a gota


escrevem nas vidraças


pátria viúva


a dor que passa?






Quem poderá prender


os dedos farpas


que dentro da canção


fazem das brisas


as armas harpas


que são precisas?


Manuel Alegre

:: Wachet Auf Rulf Uns Die Stimm...

:: Toccata & Fuga D.Mol (BWV565)